0
0
0
s2sdefault
08.11.2019

Limpurb retirou 920 quilos de petróleo das praias de Salvador ontem (7)

A Prefeitura de Salvador, por meio da Empresa de Limpeza Urbana (Limpurb), retirou ontem (7), 920 quilos de fragmentos de petróleo das praias de Pedra do Sal (Itapuã), do trecho que vai do Corsário até Jaguaribe e do Jardim de Alah até Pituba. Com isso, a capital baiana contabiliza um total de 128,7 toneladas de óleo retiradas do dia 10 de outubro até ontem (7).

 

Com a diminuição da chegada do óleo, 75 homens foram suficientes para fazer a limpeza nessas praias durante o dia. Ao todo, 400 agentes estão à disposição nessa força-tarefa para agir de prontidão, em caso da chegada de grandes manchas. 

 

Nessa fase de pequenas pelotas, as equipes trabalham no pente-fino dos fragmentos que ficam na areia, com uso de pá, peneiras manuais, trator com cessadeira e jato de pressão que mistura água e areia para a limpeza das pedras.

 

“Nosso trabalho de monitoramento continua em toda a extensão da orla, de São Tomé de Paripe até Ipitanga, incluindo as ilhas de Salvador. Estamos diante do imprevisível, então não iremos parar até que as autoridades competentes descartem a possibilidade do reaparecimento de novas manchas”, ressaltou o presidente da Limpurb, Marcus Passos. 

 

Locais atingidos – Em Salvador, as praias atingidas foram as de Ipitanga, Praia do Flamengo, Stella Maris, Itapuã, Piatã, Patamares, Jaguaribe, Pituaçu, Corsário, Boca do Rio, Jardim de Alah, Jardim dos Namorados, Pituba, Amaralina, Ondina, Rio Vermelho e Farol da Barra. Do início do aparecimento até o momento, as mais atingidas foram Ipitanga, Stella Maris, Praia do Flamengo, Pituaçu, Corsário, Pituba e Rio Vermelho.

 

  

0
0
0
s2sdefault