0
0
0
s2sdefault
23.10.2019

Prefeitura contabiliza 104 toneladas de óleo e usa novas técnicas na limpeza das praias

 

Desde a quinta-feira (10), quando começou o aparecimento das manchas de petróleo na costa soteropolitana, a Prefeitura, por meio da Empresa de Limpeza Urbana (Limpurb), já retirou 104 toneladas e 800 quilos de óleo das praias de Salvador. Primeiro foram recolhidas as grandes manchas e o máximo de material possível e agora as equipes estão trabalhando na retirada de fragmentos que ainda estão sob as pedras e na areia das áreas atingidas.

 

Para auxiliar nessa segunda etapa do trabalho, novas técnicas estão sendo utilizadas pelas equipes de limpeza, como o uso de trator com peneiras que separa os pequenos resíduos e devolve a areia limpa à praia. A Limpurb também está usando jato de pressão que mistura água e areia para a remoção do petróleo nas pedras, além de peneiras manuseadas pelos agentes para a retirada de partículas da areia em locais onde o veículo não tem acesso.

 

Vistoria - Na manhã de hoje (23), o chefe da Casa Civil da Prefeitura, Luiz Carrera, acompanhado do presidente da Limpurb, Marcus Passos, vistoriou as praias Pedra do Sal e de Stella Maris para monitorar a eficiência das novas técnicas. “Observamos que há muitas partículas bem pequenas na areia, o que requer um esforço contínuo e a junção de uma técnica e outra para que tenhamos total êxito nos resultados”, explicou Carrera.

 

O presidente da Limpurb ressalta que as equipes irão trabalhar continuamente até que elimine as manchas da orla. “A força-tarefa continua no pente-fino até que as nossas praias estejam completamente limpas e até que todas as previsões da chegada de mais óleo sejam descartadas pelos órgãos competentes”, frisou Marcus Passos.

 

O trator com peneira está fazendo a limpeza nas praias de Ipitanga, Praia do Flamengo, Stella Maris, Itapuã, Piatã, Boca do Rio, Jardim de Alah, Pituba, Amaralina e Barra.

 

 Desde a última sexta-feira (18), não foi registrada a chegada de novas manchas. Ao todo, as praias atingidas foram: Ipitanga, Praia do Flamengo, Stella Maris, Itapuã, Piatã, Placaford, Patamares, Boca do Rio, Jardim de Alah, Jardim dos Namorados, Pituba, Amaralina, Ondina, Cristo e Farol da Barra. As mais atingidas foram Pedra do Sal (Itapuã), Stella Maris, Praia do Flamengo (Pipa), Pituba e Amaralina.

 

Até o momento, não houve registro de presença do óleo nas praias do Subúrbio e Ilhas de Salvador. São mais de 405 homens que estão trabalhando na limpeza do óleo nas praias, além de 16 caminhões e três tratores usados pelas equipes para a retirada do material. Todo óleo recolhido pela Limpurb está em um depósito temporário na sede do órgão até que as autoridades competentes decidam pelo destino final do material.

 

        

 

0
0
0
s2sdefault