0
0
0
s2sdefault
29.01.2018

Limpurb utiliza veículos alternativos para coleta em locais de difícil acesso

Salvador possui muitas ruas estreitas, morros, becos e vielas – resultado da ocupação irregular ocorrida na cidade durante décadas. Um dos principais obstáculos ocasionados por essa situação é com a coleta domiciliar de lixo, já que os veículos tradicionais (caminhões e caçambas) não conseguem acessar esses locais. A solução encontrada pela Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) foi a adoção de veículos alternativos, de tamanho menor e que chegam mais próximo das residências.

Desde 2013, são utilizados 36 veículos. São 20 minicompactadores, com capacidade para 1.368 quilos de carga, e 16 triciclos, com capacidade para 228 quilos de resíduos. Esses equipamentos são empregados como auxiliares dos 103 caminhões coletores (tamanho padrão) que já integram a frota.

“Salvador cresceu de forma desordenada e, diariamente, a Limpurb encontra uma série de desafios para realizar a limpeza da cidade. O órgão, então, precisou aliar criatividade, tecnologia e a colaboração da sociedade para resolver esta questão”, afirma o presidente da Limpurb, Kaio Moraes. “Mas é importante lembrar que devem ser respeitados os dias e horários de coleta”, acrescenta.

Destinados a atender diversos bairros da cidade como Liberdade, São Caetano, Cabula, Centro Histórico, Subúrbio Ferroviário e Itapuã, os equipamentos alternativos são utilizados de acordo com a necessidade do local, aumentando assim o alcance do serviço. Além disso, são disponibilizadas caixas coletoras para os locais onde a Limpurb ainda não consegue realizar o procedimento de porta em porta. 

0
0
0
s2sdefault